Arquivo de Artigos

18-12-2016 23:22
    Para ela os mexidos  são um dos aromas no Natal. Nem todos  os conhecem, um doce típico do Minho, de onde a sua mãe é natural. O odor a doce de pão com mel, com frutos secos e canela por cima, invadiu-lhe hoje a casa, juntamente com outros igualmente doces, feitos...
16-12-2016 16:08
      Errar é humano! Quem é ela para o criticar, erra, errou e errará. Faz parte, está no ADN, é intrínseco à condição humana. Mas sabem aquela sensação de que os erros são todos connosco, i. e., que nos afatem “só” a nós?     O filho dela foi hoje...
04-12-2016 17:42
Há fins de semana assim. Aqueles em que parece que tudo cabe. Não, ela não fez tudo o que tinha que fazer, os testes continuam ali em cima da mesa, à espera da sua caneta vermelha. A semana promete ser de horas roubadas ao sono da noite, mas sem arrependimentos. Há muitas coisas que nos enchem o...
23-11-2016 23:30
    Hoje ela contagiou o carro. Não acreditam? Mas foi assim mesmo! Está constipada, fanhosa e molengona, a verdadeira “ranhosa”! E no meio de um espirro e outro lá transferiu os germes para a bateria do carro que resolveu não pegar quando ela ia a sair da escola, pensando, oh...
17-11-2016 23:30
    Há palavras que nos enchem a mente, o coração. São palavras substanciais, proteicas, que ao serem ditas nos fazem sentir o sabor da saciedade, o voluptuoso e doce gosto que acirra as papilas gustativas e nos faz bem a tudo. Principalmente à...
06-11-2016 20:48
    Na semana passada, sim, aquela que acabou anteontem, as praias ainda tinham pessoas em biquíni, toalhas estendidas, óculos de sol e gelados nas mãos. Hoje fez já frio e no Luso onde ela se exercitou e no Buçaco onde se passeou, o frio era cortante, daquele que um simples...
26-10-2016 21:56
    Ao início da noite, no prédio dela há uma criança que grita. Grita muito. Quase todos os dias, durante muito tempo, uma hora quase da última vez que se lembrou de contabilizar. A criança grita de forma aflitiva e vão-se ouvindo as vozes dos pais, a tentar apaziguá-la, imagina ela, mas...
17-10-2016 17:05
    Num mundo ideal as relações seriam eternas. Um homem e uma mulher que se apaixonariam irremediavelmente, namoro doce e prolongado pontilhado de romance, flores e beijos ternos. Anos depois, uma cerimónia de sonho, vestidos diáfanos em suspiro, juras eternas. E o fantástico...
04-10-2016 20:26
    Há depois aqueles dias… sim, aqueles. Entre as 7 da manhã (hora de acordar) e as 8 (hora de sair de casa) as coisas até correm suavemente. Banho, vestir, pequeno-almoço, o miúdo despacha-se. Ao chegar ao carro dá-se à chave, ouve-se um ligeiro pio, e nada, não pega. Tenta-se...
02-10-2016 02:00
    A festa do Bairro das Almoínhas (gente há que escreve Almuínhas) sempre foi no primeiro fim de semana de outubro. Ela, as irmãs, as amigas, os miúdos e miúdas das redondezas afadigavam-se em ir ao festejo, ver a procissão, ver os ranchos, cantar com os duetos de organista e...
Itens: 21 - 30 de 196
<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>