Vestir a vida!

12-10-2014 20:30

    Quando a chuva começa a cair e as noites a pedir aconchego de mangas nos braços, damos volta ao guarda-roupa, trazemos para a “spotlight” os casacos, lãs, malhas e afins. Tão simples.

    Era tão mais fácil se na nossa vida, nas nossas preocupações e questiúnculas, mais ou menos sérias, mais ou menos reais, empoladas ou minimizadas, pudéssemos agir da mesma forma.

    “ Esta não me serve, vou dá-la! Aquela é preocupação de uma outra estação, vou arrumá-la no fundo de uma gaveta! Aqueloutra não condiz com o momento, vai esperar por uma altura mais oportuna! Estas sim, ficam aqui, na fila da frente do armário dos dias.”

    Simples. A vida e as suas roupagens priorizadas, escalonadas por importância ou urgência de resolução. Assim talvez a vida que temos nos servisse melhor, nos aconchegasse no frio e nos refrescasse no verão. É só uma ideia!