Véspera do Dia de Reis!

05-01-2016 21:21

    Hoje é véspera do Dia de Reis. Quando era miúda a sua mãe cozia bacalhau com batatas e couve, tronchuda de preferência, e fazia os seus melífluos e aromáticos formigos, ou mexidos, que colocava na mesa para sobremesa, juntamente com o bolo rei quentinho comprado durante a tarde numa pastelaria de Leiria (que começa com um H e termina em AITI…), o favorito do seu pai. Era um Natal pequenino como a sua mãe o epitetava. À moda do Minho, de onde a dona Emília provém. Lá, no dia de hoje, no tempo da meninice de sua mãe, a noite era mesmo vivida assim: um mini Natal. Talvez ainda o seja, ela desconhece se assim será ou não.

    Cá por casa só ela gosta de bolo rei. Mas não se sentiu tentada a comê-lo. E ele até está ali, coberto com papel de alumínio, em cima da bancada da cozinha, parte quase total daquilo que sobejou do dia de ano novo. Mas já não é daquela pastelaria, já não foi o seu pai que o comprou e o jantar não foi bacalhau com batatas e couve muito verde e de talos carnudos, com nome de vegetal minhoto.

    Hoje foi mais um dia de trabalho, como tem que ser. Um dia de chuva, até granizo ao sair de uma visita ao médico durante a tarde, trânsito lento e maçador pela cidade, estacionamento do supermercado cheio, tudo húmido, janeiro no seu esplendor. Não parece véspera de Reis. Deixou de ter essa magia… e ela ficou nostálgica ao recordá-lo, após ver uma foto de um belíssimo bolo rei feito por uma das suas amigas virtuais do famoso “livro das caras”! E recordou! Feliz Dia de Reis a todos/as, com, ou sem nostalgias!!!