Tenho um cartaz!

16-01-2016 23:45

    Há seis / sete anos atrás ela tinha mais uns quilitos e menos uns anitos… Não importa já muito saber quantos, os quilos claro, importa reconhecer que muita coisa mudou para si! Em conversa com amigos por estes dias recordou as suas pequenas “conquistas” durante este tempo. O peso foi “desaparecendo” devido a uma conjunção de exercício diário, alimentação cuidada e vigiada, motivação, estímulo por parte de quem a rodeava e, sim, sem dúvida, força de vontade.

    Na altura frequentava um outro ginásio, local que recorda sempre com muito carinho e saudade. Passou muitas e aprazíveis horas por lá! De verdade! E não obstante as pessoas que ficaram, as que saíram, as que não nunca tiveram relevância, ela ficou marcada por esses tempos. E tem orgulho disso. Do que fez, viveu e conseguiu. Não por “mania”! Porque venceu-se, excedeu-se.

    Uma das coisas que mais recorda com carinho é a sessão fotográfica que fez em nome do ginásio, que lhe valeu um cartaz grande e verde colocado na parede da sala do circuito. Foi bom ver-se ali! Não por vaidade, mas por orgulho! E sim, são palavras e sentimentos diferentes. No emaranhado de fotos e recordações não encontra agora todas as fotos desse cartaz. Mas esta semana falou dele, recordou-o e, como disse o seu amigo João, ainda não havia feito uma crónica sobre este evento. E fê-la agora, recordando o “seu” cartaz, único a nível do país com a imagem de uma aluna do ginásio e não de instrutoras e teve de novo uma boa sensação. Há coisas giras que nos acontecem, às vezes!

Ela era assim...

 

E um dia posou para um cartaz assim...