Sonhos de criança!

22-01-2015 22:00

      Em miúda dizia à mãe: Quando for grande quero usar óculos, aparelho nos dentes e ser apresentadora de televisão… Sonhava grande!

    Hoje orgulha-se de não precisar (ainda) de óculos e de ter uma excelente dentição (escapou-se esta à maldição da artéria espessada). Apresentadora de televisão não foi até ao momento, mas teve já a felicidade de apresentar vários espetáculos na escola onde trabalha, o último dos quais lhe trouxe uma alegria indescritível, experiência fantástica a descrever noutra altura! Por ora recorda este sonho estranho e simples, não simplório, de uma miúda que tinha já a “mania” de que sabia comunicar qualquer coisa. Sabia pelo menos o que queria, tinha sonhos e até sabia explicá-los. Como provavelmente a maioria “dos rapazes e raparigas da sua idade”…

    Hoje os miúdos não sabem, na sua maioria, o que querem, é sempre cedo para tomar uma decisão, são imaturos e voláteis. Aliás a adolescência perpetua-se, em alguns casos até à idade adulta, havendo já poucos que digam “aos 18 anos saio de casa”, como se ouvia há uns anos!

    Os miúdos são os mesmos, os sonhos, quiçá, análogos também. A vida é que está diferente, são mais protegidos, eles são mais protegidos, ou nem por isso! Inequívoco é que é uma geração diferente! Já nem querem usar óculos, vá-se lá entender isto!