Sobre a saúde...

23-07-2014 19:35

Há sempre quem esteja pior que nós…

Até há uns tempos ela nunca tinha pensado devidamente no sentido destas palavras. São aquelas coisas que se dizem por dizer, com um toque do nosso fatalismo português. Com um dito e um resignado encolher de ombros achamos que cumprimos o nosso papel de auxiliar o outro, e seguimos, unicamente porque realmente, na maioria dos casos, não sabemos que dizer ou fazer.

Sim, pensando na vida de tantos outros que nos rodeiam há realmente quem esteja sempre pior. Mas num momento de dor lancinante, em que cada passada adormece pesadamente o membro, isso torna-se completamente irrelevante. Por isso ela tem sido objetiva, dura quando diz como se sente. Não vai tornar-se numa daquelas pessoas que todos conhecemos que sofrem sempre mais, a sua vida é sempre pior e até um espirro lhes retira as forças. O “mau feitio”, espelho da inadaptação a esta nova realidade, que emergiu um pouco desde que a sua vida sofreu o revés, tende a desaparecer. Afinal, habituamo-nos a tudo nesta vida (mais uma máxima de quem tem o fado no sangue).

A nefanda da artéria tem pelo menos este mérito, de a por a discorrer sobre as palavras e a divagar sobre os sentidos de expressões feitas.