Ser ou não ser... Natal!

18-12-2015 13:09

    Ela tem andado aplicada em aplicar-se no devido preenchimento de aplicações repletas de implicações. De tal modo que o espírito da época natalícia que pelo ar já paira lhe está a passar um pouco ao lado.

    Em miúda, Natal significava dias sem aulas, repletos de correrias, manhãs de pijama e cheirinho a torradas com manteiga e leite quente, televisão todo o dia, repleta de artistas e programas natalícios, brincadeiras com as irmãs, que enchiam os dias da mãe também (aturar três raparigas era dose para canhão…)! Os dias eram animados pelas cores de Natal, havia iluminações nas ruas da cidade, estava aquele frio gostoso que nos faz enrolar mais nas roupas e ter as maçãs do rosto rubras e gélidas.

    Desde que começou a vida a sério, adulta a dar aulas e com responsabilidades, este espírito foi sendo alterado. Os alunos têm férias sim… ela não e nem vai sequer descrever o que tem para fazer. Isto porque a maioria das pessoas nem o entenderia… Alguns, poucos já, mas ainda um número significativo, continuam a achar que se não há miúdos nas escolas, os professores andam a passear pelo shopping ou em férias luxuosas algures por esse mundo fora…

    Considerações à parte, esta é, para ela e colegas, uma época de dormir pouco, a correr, e com pensamentos repletos de folhas quadriculadas e coloridas, onde têm que registar grande parte da existência dos seus alunos. A casa foi enfeitada sim, antes do maior bulício que estava já previsto, as prendas foram compradas entretanto, antes de ter que cogitar níveis a atribuir aos pupilos, mas a noite de Natal, o dia estão ainda muito longínquos no seu pensamento preparativo! Afinal ainda faltam 6 dias, uma eternidade.

    Daqui a pouco mais de uma hora irá continuar a cumprir o seu papel profissional, a presidir e assistir a reuniões de avaliação para que os alunos e encarregados de educação possam ter as avaliações do desempenho dos meninos antes da noite da consoada. O seu filho está entregue aos cuidados dos tempos livres, e o jantar de Natal, esse aparecerá sim, não muito planeado por ela, mas existirá! E sorrirá com o filho, sobrinhos, irmãs, mãe, família. Apesar de tudo ela adora o Natal. Bom Natal a todos/as.