Pessoas...

27-01-2016 22:35

    Nós, pessoas, somos realmente uma amálgama de sentimentos, benéficos, nocivos, ternos, violentos... Na maioria dos dias até os temos controlados e regemo-nos por eles sem confusão de maior. Mas em muitos dias, ou em momentos de um mesmo dia, esses mesmos sentimentos misturam-se, baralham-se e fazem com que digamos e façamos coisas fora do que nos seria habitual, daquilo que sabemos ser o nosso modo operandis de carater. Não querendo desfazer em ninguém, nós as mulheres somos bem mais assim que os homens. Emotivas, passionais, de sangue quente e com palavras nem sempre pensadas na ponta da língua.

    Nós, pessoas, amamos gente, temos amigos… e “de repente”, por feitio, por tristeza, por desilusão, ou simplesmente por ADN ou TPM, disparamos, dizemos o que não pensamos nem sentimos, falamos dos outros porque os vemos como ameaça, porque nos desconfortam de alguma forma, e perdemos a coerência nos atos e atitudes que preconizamos.

    Ela sabe que isto é mesmo assim. As pessoas são só pessoas, erram, arrependem-se, desculpam e são perdoadas, repetem e reincidem e, salvo aquelas que são mesmo distorcidas, lamentam, sofrem e fazem por melhorar. Devíamos ter um botão para dosear tudo isto. Para não “falarmos de mais”, para não julgarmos apressadamente hoje beltrano, por algo que nos chegou por sicrano, ou por aquilo que construímos no nosso interior, e amanhã agirmos como se nada fosse, como se sempre tivesses estado bem. E que tal conversar com os outros, esclarecer situações? Certo… Somos só pessoas e fazemos o nosso melhor! Façamo-lo então!